Vista Panoramica de Patos de Minas

Vista Panoramica de Patos de Minas

Patos de Minas Noturna

Patos de Minas Noturna

Vista Panorâmica de Patos de Minas

Vista Panorâmica de Patos de Minas

O Maior Amor do Universo Jesus Cristo

O Maior Amor do Universo Jesus Cristo
O Filho Unigênito do Altíssimo Jesus Cristo Yeshua Nosso Salvador Eterno

Patos de Minas * Mapa do Município

Patos de Minas * Mapa do Município
Patos de Minas * Planta Cartográfica Oficial do Município

Planta Oficial de Patos de Minas

Planta Oficial de Patos de Minas

Lagoa Grande - Vista Noturna

Lagoa Grande - Vista Noturna
Lagoa Grande - Vista Noturna Terminal Rodoviário

Patos de Minas - Mapa da Àrea Central

Patos de Minas - Mapa da Àrea Central

Dái Glória Ao Senhor

Mapinha do Bairro Planalto - Patos

Mapinha do Bairro Planalto - Patos

Vista Aérea de Patos de Minas

Vista Aérea de Patos de Minas
Patos A Capital Nacional do Milho

Patos de Minas * Minas Gerais Histórico


* Patos de Minas * Minas Gerias *

** Histórico **
Origem do nome do Município provém da enorme quantidade de patos que existiam no território, encontrados habitualmente em uma grande lagoa, a três quilômetros da margem do rio Paranaíba. Atraídos pela caça abundante e variada, os tropeiros que levavam suas tropas pelo interior de Minas Gerais faziam pouso a beira dessa lagoa, construindo ranchos em que se abrigavam. Neste tempo, todo o oeste de Minas estava coberto de matas, atravessadas apenas por estreitas trilhas, que tinham em alguns pontos, a léguas de distância, vestígios de civilização. Com o correr dos tempos, alguns tropeiros se fixaram no local, formando um povoado. Há ainda outra versão segundo a qual negros fugidos das senzalas de Paracatu e Goiás ali também se localizaram, estabelecendo-se de modo a levarem de corrida, como não raro teria acontecido, aqueles que tentaram tange-los de novo para as cadeias do cativeiro. Documento também ligado as origens da cidade e no qual se fez referência aos negros fugidos é a Carta de Sesmaria, de 29 de maio de 1770, que concedeu a "Manoel Afonso Pereira, homem viandante do caminho do Rio de Janeiro, uma, faixa de terra nos sertões das margens do rio chamado Paranaíba, terra de campos e matas devolutas servindo as mesmas de asilo aos negros fugidos dos moradores de Paracatu e Goiás.

Vinte e três anos depois, em Carta de 20 de julho de 1793, dirigida pela então Câmara de Tamanduá a Rainha D.Maria I, acerca dos limites entre Minas e Goiás, fez-se referência ao fato de que, em Babilônia (hoje Lagoa Formosa), Aragão (na entrada da cidade) e Onça, povoados por Manoel Afonso Pereira de Araújo, depois de matarem dois escravos, roubaram-lhe seis mil e tantos cruzados e algum Ouro em Pó.
Admite-se que os nomes citados nos documentos refiram-se a mesma pessoa, considerada assim como do primeiro povoador da atual cidade, sendo a hipótese reforçada pela existência até hoje conhecida, de duas das localidades citadas: Babilônia e Aragão. Quanto ao nome do provável Povoador, nenhuma outra referência a ele se encontra em documentos posteriores, não se sabendo se teria falecido sem deixar herdeiros ou abandonado a região em busca de outras terras.
Em escritura particular, datada de 19 de julho de 1826, Antônio da Silva Guerra e sua mulher Luíza Corrêa de Andrade, doaram, conforme reza o aludido documento, "uma gleba de terras de cultura e campos na fazenda denominada "Os Patos" ao glorioso Santo Antônio, a fim de se lhe edificar um templo e também para cômodos dos povos". Esta a origem do patrimônio da antiga paroquia de Santo Antônio de Patos, a qual foi criada em 1850.
Em 1866, foi criado o Município, com a denominação de Santo Antônio dos Patos, com terras dos Municípios de Patrocínio, Paracatu e São Francisco das Chagas de Campo Grande. O Município recebeu os topônimos de Santo Antônio dos Patos (simplificado, mais tarde, para Patos); Guaratinga contrariando a opinião dos munícipes); e, finalmente, Patos de Minas.
Gentílico: patense





Linha de Laminados da Bioquima


Milho Laminado

Soja Desativada


 Aveia Laminada

Av. Antônio Pinto Rezende, 340 - Sol Nascente
Localização da Indústria Bioquima
https://sites.google.com/site/minasbrasilminasgerais/bioquima-industria-de-racoes




Milho integral Laminado. Soja desativada Aveia laminada. Produtos de qualidade superior, preparados em um rigoroso processo fabril, elaborados com produtos de altíssima qualidade. Produtos inspecionados e devidamente registrados no M.A. Estamos preparados para atender fábricas de Rações de todo Brasil.

A Bioquima Localizada em Lagoa da Prata, MG, o que garante um ótimo sistema de logística e entrega para toda Minas Gerais e Brasil, a Bioquima está a mais de 10 anos produzindo e comercializando produtos de alta qualidade sempre buscando atingir a excelência nos resultados de seus produtos, trabalhando com matéria-prima de alta qualidade e tecnologia. O foco em resultados e a preocupação constante em dar retorno aos seus clientes fazem da Bioquima uma ótima parceira para os mais exigentes produtores em franca fase de crescimento. Venha você também trabalhar com produtos Bioquima e fazer parte desta história de sucesso.









Linha de Laminados da Bioquima http://patosdeminasminas.blogspot.com/p/milho-laminado-soja-desativada-laminada.html

Visite A Maior Feira de Calçados de Minas Gerais em Nova Serrana

A Fenova é uma das mais importantes feiras calçadistas do estado de Minas Gerais, realizada semestralmente pelo Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Calçados de Nova Serrana (Sindinova). Se consolidando como um importante evento do setor também para todo o Brasil, seus objetivos principais são apresenta tendências e lançamentos calçadistas, proporcionando oportunidades para a geração de novos negócios e networking entre os lojistas do setor.

Empresários do polo calçadista estiveram presentes no coquetel de lançamento da 18ª Fenova, realizado na noite de ontem, 31, na sede do Sindinova. Durante o evento, as atrações da feira foram apresentadas pelo presidente da entidade, Pedro Gomes da Silva, e do responsável pela organização das feiras, Edimar Góis. O destaque das atividades do Sindinova para o evento foi o plano de capacitação para vendas, que será realizado em parceria com o SEBRAE/MG e a Assintecal. Dividido em três fases, o projeto terá como enfoque a melhoria do processo comercial das indústrias e a exportação. “É hora de aprendermos a vender da mesma forma que aprendemos a produzir, com qualidade e de forma madura e fortalecida. Este é o ano de otimizar o comercial de nosso polo”, afirma o presidente do Sindinova. Das empresas que já são assistidas pela consultoria em design da Assintecal, serão selecionadas as mais aptas ao procesos de exportação para receberem a capacitação e, durante a feira, exporem seus produtos em um desfile de moda. A marca infantil Tina Teen, que já participa das consultorias, foi destaque nas últimas edições da feira por mostrar produtos diferenciados. De acordo com a proprietária, Jasielle de Fátima Oliveira, a intenção da marca é manter o mesmo nível de qualidade na 18ª Fenova. “Estamos buscando informações de design, pois é isso que faz a diferença do nosso produto. A assessoria em design na nossa coleção foi fundamental nesse processo. Já estamos pensando em uma nova consultoria e estamos ansiosos pelas orientações voltadas para a exportação. Temos muito o que aprender”, garante a empresária.







Centro de Promoção de Negócios 
Durante o coquetel, os participantes puderam conhecer as obras do Centro de Promoção de Negócios. Com inauguração marcada para o dia 16 de maio, o espaço contará com seis salas para atendimento simultâneo de lojistas convidados pelo Sindinova e oferecerá aos fabricantes, além da estrutura física, suporte em todo o processo de negociação. Antônio Ozires Ferreira, proprietário da marca Onity, está animado com a proposta do espaço. “O Centro de Promoção de Negócios vai ajudar bastante aos empresários, pois não tem custo de utilização para as empresas e não nos deixa nas mãos das assessorias, que tendem a precificar nossos produtos. 

É uma iniciativa nota mil! Além disso, o Sindinova selecionará lojistas renomados e sem negativação, que serão atendidos em um ambiente adequado aos negócios”, comenta. Expectativas pela primeira vez na Fenova, os proprietários da marca de calçados femininos Ámery Shoes ficaram bastante animados com a possibilidade de participar da feira. “Queremos fortalecer a marca e torná-la mais visível ao cliente. O Pedro disse algo que sentimos: há uma grande oferta de produtos e precisamos tornar os nossos mais atrativos. Acho que a feira é um degrau que usamos para termos acessos a eles”, explica o empresário André Augusto de Paula. Natália Fernanda Silva Ferreira, também proprietária da marca, ressalta o lado criativo de seus produtos. “Vejo uma tendência interessante, com cores alegres e que fazem a nossa marca buscar novidades. Levaremos para a feira nossas anabelas, sandálias de salto e as rasteirinhas, que não podem faltar no verão”, garante. Até o momento, 70% dos estandes da 18ª Fenova estão comercializados, o que representa a participação de cerca de 150 marcas no evento. A 18ª Fenova será realizada de 16 a 18 de agosto no Centro de Convenções de Nova Serrana. 
 Antônio Azevedo 
Assessoria de Comunicação | Sindinova 
(37) 3228-8502 
comunicacao@sindinova.com.br








Vá Conhecer a Cidade Mais Charmosa de Minas Tiradentes 298 Anos




Roteiro consagrado e reconhecido mundialmente, Tiradentes oferece enorme variedade de rotas e eventos. Seja para Ecoturismo pelas trilhas e cachoeiras, Turismo pelos principais pontos e monumentos da cidade tombada pelo Patrimônio Histórico Cultural ou para apreciação de um dos maiores Festivais Gastronômicos de Minas Gerais, a cidade é uma bela opção para toda família.


Trazemos para você uma breve apresentação dos principais pontos turísticos de uma das mais belas cidades históricas de Minas Gerais, com belíssimas Igrejas como as de Nossa Senhora do Rosário, de São João Evangelista, o Santuário da Santíssima Trindade, entre tantas outras.
Veja Mais em Tiradentes Virtual:
https://sites.google.com/site/designerscapitaisbrasileiras/tiradentes-historia-e-cultura














Apoio Cultural ao Patrimônio Histórico
Prefeitura Municipal de Tiradentes 


Tiradentes foi uma das cidades que mais teve ouro de superfície no Brasil, e graças ao metal a cidade se desenvolveu ganhando a configuração arquitetônica que permanece até hoje. Atualmente já não existe mais o ouro, mas a cidade se orgulha de sua vocação turística, sendo considerada um dos principais destinos turísticos, não só do estado de Minas Gerais, mas do Brasil. Em 1938 Tiradentes foi tombada como Patrimônio Histórico Nacional e é considerada um dos centros históricos de arte barroca mais bem conservados do Brasil. Chama a atenção pela mistura de história, cultura e natureza. Aqui o turista pode aproveitar um vasto leque de opções sobre o que fazer em Tiradentes. As alternativas vão desde as belas cachoeiras da região até os grandes eventos como a Mostra de Cinema e o Festival Internacional de Gastronomia, passando pelo artesanato tipicamente mineiro, pelo passeio de maria- fumaça entre Tiradentes e São João Del Rei e, é claro, pelo exuberante casario colonial.
Veja Mais em Tiradentes Virtual:
https://sites.google.com/site/designerscapitaisbrasileiras/tiradentes-historia-e-cultura



A Desmoralização do Brasil


As pressões externas são demasiadas e visam à desmoralização das instituições brasileiras das mais diversas formas, conforme pode ser comprovado nas políticas educacionais e nos critérios de admissão de candidatos às universidades. Métodos que corrompem autoridades destituídas de valores morais são procedimentos que contribuem para a desmontagem do país. Uma gama extensa de processos que permitam os traidores obterem vantagens faz parte para ampliar a divulgação da descrença, anestesiando o povo, dando a certeza de que o Brasil não tem mais jeito. A sobretaxação do álcool brasileiro nos USA; as calúnias internacionais sobre o biodiesel; a não aceitação da lista de fazendas para a venda de carne bovina para a União Européia (UE); a acusação do jornal inglês "The Guardian" de que a avicultura brasileira estaria avançando sobre a Amazônia; as insistentes tentativas pra a internacionalização da Amazônia; a possível transformação da Reserva Indígena Ianomâmi (RII), 96.649Km2, e Reserva Indígena Raposa Serra do Sol (RIRSS), 160.000Km2, em dois países e o conseqüente desmembramento do norte do Estado de Roraima; e, incontáveis números de outras tentativas, algumas ostensivas, outras insidiosas, deixam claro que estamos no meio de uma guerra assimétrica de quarta geração, que para o desfecho poderá ser o ataque de forças armadas coligadas (OTAN) ou forças mercenárias (Black Water), lideradas pelos Estados Unidos da América do Norte.